Raio X do Cliente- vou te explicar tudo sobre Briefing para Projetos de Interiores.

Raio x do cliente: tudo sobre briefing, vou te contar agora:

Um bom RAIO X DO CLIENTE muda completamente a execução e resultados dos seus projetos de interiores, transformando a sua relação com os clientes, entendimento das reais necessidades, e reduzindo retrabalhos, permitindo que você ganhe tempo nos projetos!

A metodologia que vou te mostrar aqui, vai permitir que você seja capaz de construir um briefing EFETIVO e EFICAZ  e canalizar as suas energias para uma execução do projeto mais tranquila e segura.

Este é apenas um dos muitos assuntos que o @ibdioficial trabalha dentro do Programa de Formação Profissional em Design de Interiores. As vagas para a turma deste Programa são MUITO disputadas, então se você deseja entender em detalhes como funciona o curso, este é o link: 


O projeto de interiores exige muito do nosso conhecimento técnico projetual, porém, temos que pensar também que estamos projetando para pessoas, realizando seus sonhos.

briefing

Depois das conversas iniciais para conhecer o cliente e assinar o contrato, você inicia o briefing.

O que é o briefing?

Para você fazer um projeto de interiores, você precisa conhecer as pessoas que vão usar o ambiente. Será que seu cliente recebe muitas visitas? Será que ele prefere trabalhar à noite? Porque estes são dados que vão influenciar na iluminação, na escolha das peças e sua disposição nos ambientes, enfim, no projeto de interiores.

O briefing, portanto, trata-se de um guia que contém todas as informações sobre o cliente, seu estilo, hobbies, seus hábitos que podem até parecer sem importância, mas que fazem diferença na hora de decorar.

Uma certa vez um designer de interiores já estava na sua terceira apresentação sobre o conceito do projeto para o cliente, e para surpresa nenhum havia sido aprovado. O projeto continha piso amadeirado e o cliente não gostava deste tipo de piso porque para ele, lembra coisa antiga. Também o sofá era compacto e o cliente buscava algo mais robusto já que ele tinha 1,98 de altura. Resultado: frustrações tanto para o cliente como para o profissional.

Um briefing mal feito

Um briefing mal feito gera má interpretação e certamente resultará em perda de tempo e dinheiro, podendo também gerar desgastes desnecessários entre você e o cliente. E se algum problema futuro durante o processo de projeto ocorra porque o cliente repassou informações imprecisas, ou você não se ateve a questioná-las, adivinha em quem a culpa será colocada. Portanto, devemos mapear e documentar todo o processo de levantamento de dados de forma a suprimir as chances de que essas situações ocorram.

Outra situação ocorrida, foi quando uma designer de interiores percebeu que o casal de clientes não usava a mesa de refeições, deixando para tomar o café da manhã em pé, olhando a paisagem externa do apartamento, pois não tinha nenhum outro prédio alto próximo. Ela perguntou se isso não era muito desconfortável e eles responderam que a “vista” valia a pena! Em seguida eles comentaram que, de repente, se eles tivessem uma mesa mais alta para ter acesso a vista, poderia ser bom… A designer de interiores não perdeu tempo e anotou logo a informação para adequar ao projeto!

Um briefing interessante-

Um briefing interessante, é quando você consegue absorver do cliente o que ele deseja e até mesmo, e olha que isso acontece muito, ajudá-lo a definir o que ele quer, desenvolvendo com ele soluções que às vezes nem mesmo ele sabe que existem. Estas informações vão te ajudando a concretizar as bases necessárias para atingir o foco do projeto, com o mínimo possível de desvios.

Como extrair as informações do cliente

Agora que você já sabe o que é um bom briefing, está na hora de decidir COMO você vai extrair estas informações do cliente.

Se você acha que é uma entrevista estática de perguntas e respostas que vão documentar todas estas informações, sinto muito, mas não é. No briefing se você fizer uma entrevista assim, só tende a deixar o cliente desconfortável, vai gerar travamentos e você não vai conseguir captar as necessidades do cliente, que é a essência para um bom projeto.

Criando conexões- Raio x do cliente: tudo sobre briefing

Você precisa criar laços, conexões com ele. Nesse sentido é importante um envolvimento mais humanizado com o cliente para de fato saber o que ele quer e também o que espera de você.

Uma das estratégias que causam maior envolvimento, é inicialmente tirá-lo do foco do projeto.

Comece tendo uma conversa casual, e vá criando vínculos. A partir daí vá descobrindo seus interesses e paixões, converse, conheça a pessoa! Porque ela vai se sentir mais próxima, assim como ela vai se sentir próxima de um amigo. Você vai se tornar uma espécie de um amigo do seu cliente, e aí, a pessoa vai se abrindo para você e se sentindo muito mais relaxada e claro, isso vai melhorar a comunicação naturalmente. Não esqueça também de chamar a pessoa pelo nome. Isso vai fazer ela se sentir importante e apreciada.

Iniciando o briefing:

Depois de alcançada esta primeira boa impressão, comece a conduzir a conversa ao briefing propriamente dito.

  • Vá sondando quais são as referências que agradam/ atrai quando ele pensa em um projeto, quais seus estilos decorativos.
  • Quais os revestimentos que atrai ele, ele gosta de cores mais intensas, mais saturadas ou uma paleta em tons pasteis?
  • Perceba se existem crianças, idosos, animais de estimação.

Tudo deve ser conduzido muito naturalmente. A conversa vai fluindo e nas entrelinhas dessa conversa é que você vai coletando as informações para o desenvolvimento do projeto. Dessa forma você começa a entender o que ele deseja, quais seus sonhos, e no final da conversa, ele estará contando coisas que você nem imaginou perguntar, mas que serão importantes para o projeto.

Aonde pode ser feito – Raio x do cliente: tudo sobre briefing

Este briefing pode ser feito na casa do cliente, no local onde será a obra, no seu escritório, ou você pode levá-lo para tomar um café, ou almoçar com ele. Você pode também visitar alguma loja ou mostra de decoração. Não importa o local, o que importa é vocês estarem em sintonia para que as informações possam ser captadas com eficiência.

Recursos para captar o estilo do cliente

E para auxiliar na captação do estilo do cliente, um recurso prático é fazer uma boa pesquisa no banco de imagens de ambientes com o cliente. Muitas vezes o cliente não sabe definir o que é que ele gosta nas imagens, mas por repetição, você conseguirá definir o que está atraindo ele.

Medir o nível de entusiasmo do cliente-Raio x do cliente: tudo sobre briefing

Você vai interagindo com ele, sanando dúvidas, além de poder medir o nível de entusiasmo dele quanto a algumas ideias. Fique atento também para “pescar” coisas que o cliente possa estar esquecendo, além de auxiliá-lo no balanceamento de informações distorcidas ou possíveis exageros.

Uma situação ocorrida com uma profissional, foi que a cliente queria colocar revestimento 3D nas paredes da sala. E como se não bastasse, ela queria que fossem estampados. A designer de interiores cuidadosamente sem constranger a cliente falou que devemos ter cuidado com modismos. Então explicou que estes revestimentos 3D e também as estampas geram volumes (peso visual), o que diminuem o espaço, além que ia deixar o cliente se sentindo desconfortável se permanecesse por muito tempo ali. Ela foi explicando que poderia sim ser colocado, mas com a devida moderação para não carregar o ambiente e exemplificou com algumas imagens. A cliente ficou satisfeita com a atenção e a orientação dada.

Este exemplo então, serve para ilustrar sobre como você pode conduzir o briefing com o cliente atendendo as ideias, os sonhos dele, porém balanceando as informações para uma realidade concreta.

O briefing é sempre o mesmo?

O briefing nunca será o mesmo para todos os clientes, pois cada cliente tem experiências, rotinas, jeitos de conversar diferentes. Sempre terá um que gosta de falar tudo e outro que mal vai querer falar com você. Existem perguntas base que servem para todos, porém, dependendo do projeto, nem todas as perguntas você precisará fazer. Se é uma residência inteira ou se é somente um ambiente, se é uma cozinha tradicional ou uma cozinha gourmet, cada projeto vai demandar briefings diferentes.

Roteiro para extração das informações

Veja abaixo quais são as perguntas ou questões essenciais a serem abordadas nesta entrevista:

  • Quantas pessoas compõem a família que utilizará o ambiente?
  • Qual a idade e profissão dos membros da família?
  • Qual o estilo de vida de cada um deles? (passa o dia fora, passa meio período fora, viaja bastante, estuda, etc)
  • Quais as rotinas e costumes? Hobbies
  • O que espera e pretende do ambiente?
  • O que quer para o ambiente?
  • Como e quando será utilizado o ambiente?
  • A família costuma receber visitas? Com que frequência?
  • Possui animal de estimação? Terá acesso a este ambiente? Gosta de Plantas?
  • Que móveis precisa? (no caso de algum específico, para expor coleções, para home theater, para muitos livros, etc)
  • Deseja algum estilo / tendência específica? Qual?
  • O que julga essencial para um ambiente?
Saiba Mais: 8 perguntas que o designer de interiores deve fazer

E, caso se esqueça de alguma pergunta, entre em contato com o cliente e pergunte. Não fique com dúvidas, afinal, podem provocar erros ou desvios no projeto. E, além de tempo desperdiçado, sua imagem perante o cliente pode ficar arranhada.

Mapa mental- Raio x do cliente: tudo sobre briefing

Raio x do cliente: tudo sobre briefing

Com o briefing bem feito, você já pode partir para segunda etapa do projeto que é o estudo preliminar.

Este foi apenas um dos muitos assuntos que o @ibdioficial trabalha dentro do Programa de Formação Profissional em Design de Interiores.

O método que eles aplicam no curso, permite que você seja capaz de construir uma carreira gratificante em Design de Interiores, e canalizar as suas energias para uma execução de projeto que encate seus clientes e, claro, você seja bem recompensado(a) por isso.

Todos os detalhes do programa estão disponíveis neste link:

Video + E-book da aula gratuito

Quer assistir a video Aula deste conteúdo e ainda ganhar de presente o E-Book para consultar sempre que precisar?  Então acesse > aqui < e aproveite! Mas não esqueça de curtir o vídeo, comentar o que achou da aula e claro, dizer que você veio do meu blog design por dentro 🙂 

Raio x do cliente: tudo sobre briefing

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =