Tudo sobre Rodapés + checklist

Sabia que, o que não se conhece, não se aplica, então os projetos ficam pobres de soluções? Talvez você não tenha se ligado nisso, mas a importância de conhecer os materiais, tipos e formatos que existem no mercado é primordial se você quer se diferenciar como profissional perante os seus clientes ou se você quer buscar um diferencial na decoração da sua casa. Um exemplo são os RODAPÉS!

Rodapés

Aposto que você acha que o rodapé serve somente para dar acabamento no ambiente. Acertei né? Mas não… Hoje, eles recebem uma atenção especial na decoração, e quando você conhece novos materiais e novas formas de aplicá-los, seus projetos vão para outro patamar.

Rodapé Flexível

Atualmente o rodapé flexível é o “queridinho” do mercado de design de interiores, porque permite acabamento perfeito em ambientes curvos, colunas e superfícies inclinadas. Ou seja, eles são versáteis e não usam pregos nem parafusos. Inclusive estão sendo usados também em rodameio – com molduras tipo Boiserie. É confeccionado em Etileno Vinil Acetato (E.V.A), recebe tinta acrílica à base d’água e também pode ser encontrado em padrão madeira. 

rodameio, bosserie

Rodapés – Convencional

Estes são sobrepostos a parede, resultando em 1cm ou 2cm de avanço. Mesmo servindo como proteção a batida de móveis, esse rodapé costuma acumular mais poeira do que os outros, exigindo uma maior manutenção. Seu custo é mais baixo, principalmente pela possibilidade da utilização do mesmo piso aplicado no chão.

rodapés
rodapés
rodapé convencional

Rodapés – Embutido

Inserido rente ao acabamento do reboco, este tipo de rodapé permite a instalação dos móveis rente a parede, já que seu afastamento é quase imperceptível. Não acumula poeira, por estar rente à parede, e causa um efeito visual de unificação no ambiente. Em relação com o rodapé convencional, o embutido exige mais na hora de sua instalação e seu material deve ser específico, por isso, seu custo pode ser mais elevado.

rodapés

Rodapés – Invertido

É feito como um ‘’ L’’ ao contrário. Sua instalação é feita diretamente na base da parede, em um recuo. Pode ser adicionado um perfil de led, causando uma iluminação muito bonita. O material mais recomendado para esse tipo de rodapé é o perfil de alumínio, por sua resistência e acabamento que aparenta um resultado muito diferente, onde a parede parece estar flutuando. O material não é difícil de encontrar, porém seu custo é um pouco mais elevado, devido a mão de obra de instalação.

rodapés

Quais os materiais utilizados?

São tantos materiais disponíveis no mercado, por exemplo:
Os de MDF são aplicados no tipo CONVENCIONAL e podem ser produzidos pintados, revestidos com algum acabamento ou até mesmo cru. MADEIRA NATURAL, CERÂMICA (ou porcelanato) e por fim POLIESTIRENO EXPANDIDO, também são utilizados no CONVENCIONAL.
Rodapés de PLÁSTICO não pode utilizar parafusos. Existem os que são feitos com encaixe em trilhos. Possui diversas tonalidades, estampas, alturas, larguras e espessuras, para melhor atender ao projeto. 

Aproveite para visitar lojas, sites de revendas e fabricantes. Afinal, quanto mais se conhece, mais interessante torna-se o repertório criativo! 

1 presente e 1 notícia

Quer melhorar o teu conhecimento? Quer melhorar o projeto dos seus clientes? Ou quem sabe da sua casa? Então tenho duas notícias para você! A primeira é que o ibdi disponibilizou um checklist para te auxiliar na compra dos rodapés. Clique no botão e baixe o CHECKLIST – ESCOLHENDO RODAPÉS

como decorar do zero

A segunda notícia é que, a Gazeta do Povo publicou um artigo onde dizia: “Cresce interesse por pequenas reformas e projetos de decoração durante a pandemia”, isso significa que muitas pessoas estão mudando as suas casas, mudando de casa durante esse período, porque até agora só paravam nela para dormir. Mas o cenário mudou, o mundo mudou! Dessa maneira, as pessoas estão buscando viver de forma saudável, organizada, com bom humor.

Então se você quer transformar sua paixão por design de interiores em uma profissão, e aproveitar o crescimento do mercado, a hora é agora. Aqui embaixo tem um botão que vai te levar para um dos melhores Programas de Formação Profissional em Design de Interiores. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − onze =